Mudamos de endereço. Acesse:

http://filhinhosdamamae.com.br/

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Enxoval nos Estados Unidos - O que é realmente útil. Muita, muita coisa, mas não tudo.

Muitas pessoas tem viajado aos EUA, especialmente Orlando e NY, para fazer o enxoval do bebê. Nós fizemos isso. Como repeti para amigas várias vezes o que aprendemos , resolvi fazer um post sobre o que é realmente útil.

Ficamos por 11 dias em Nova York para curtir bastante nossa última viagem sem crianças. Foi excelente. Eu estava na 17a semana de gestação, ainda bem magrinha e sem nenhuma dor nas costas. Compramos muita coisa lá; Os preços são realmente muito melhores que no Brasil, não dá para comparar. Nós queríamos conhecer bem a cidade, por isso só separamos dois dias para compras. Um dia para irmos ao outlet - confesso que em 80% do tempo compramos coisas para nós mesmos -  e outro para irmos a Buy buy baby.
Muitas das coisas que descrevo não são realmente essenciais, minha mão nem sonhava que elas existiam e criou nós 5, mas que ajudam, ajudam. Moramos em um apartamento pequeno e é impressionante a quantidade de coisas que se acumulam por conta de um bebê. Por isso vou dizer o que acho realmente importante, já que é muito muito fácil se empolgar quando se vê coisas que não terá outra oportunidade de comprar.
Nós fomos ao famoso Outlet woodbury Muitas pessoas costuma ir de ônibus (tipo excursão). Nós alugamos um carro (um Corolla lindão por menos de 50 dólares, acho que de gasolina pagamos uns 8 dólares) na Hertz, que ficava bem ao lado do nosso hotel, o Blakely. Aliás, gostamos muito do hotel, ficava ao lado do metrô, bem perto da 5a avenida e do Central Park, o café da manhã era incluído, tinha uma mini-cozinha...)
 
Bom, fomos de carro, com a essencial ajuda de nosso GPS. Foi ótimo estar de carro. Chegamos assim que abriu e saímos na hora que fechou. Estar de carro facilitou muito e nos deu muito conforto. Recomendo. Aproveitamos muito. Quase todas as roupinhas eu comprei na Carters. Muito, muito barato. Conjuntos lindos com calça, bodies, casaquinho e toucas por 8 dólares. Fiquei louca. O que vale a pena:


Atualização -  Dica de mãe para mãe - Cometi um erro básico em meu enxoval: comprei muitas coisas com cores femininas - rosa e marrom (berço portátil, carrinho). Minha filhinha ganhou um irmãozinho, e algumas coisas não estamos podendo aproveitar... por isso, tente comprar produtos (principalmente os mais caros e trambolhos) de cores neutras.  
  •  Roupinhas
 

Bodies. Com e sem manguinhas.
Os de abertura frontal são mais fáceis de vestir.
Usa muito.  Mesmo quando o bebê está maiorzinho.
 
Bodies - Muitos... os melhores são os com abertura frontal, são fáceis de colocar, não precisa passar pela cabeça. Compre de vários tamanhos, minha fofinha, hoje com 11 meses ainda usa, principalmente para dormir. Caso contrário, acorda com a barriguinha de fora. Os de mangas compridas são ótimos para dormir.
 
Meias - São incrivelmente mais baratas do que no Brasil. Compre algumas anti-derrapantes. São boas quando o bebê começa a querer ficar de pé. Dão mais segurança.
 
 
Meias anti-derrapantes - para o bebê treinar os primeiros passos.
 
Toalhas de banho - também são muito mais bonitas e baratas.
 
Roupas de banho  - para as menininhas compre alguns maiôs. Um mais lindo que o outro. Sunguinhas também valem a pena. Se seu bebê vai fazer aulas de natação, não esqueça de trazer.
 
Mantinhas de algodão e outros cobertores mais quentinhos são muito úteis, mesmo com o bebê grandinho. Não precisa de muitos. Escolha os mais macios e gostosos ao toque.
Mantinha tipo cobertor. Bem fofinho.
Minha linda usa sempre que está friozinho.
 
Babadores- minha filhinha era muito babona. Sempre usava sobre as roupinhas para minimizar as trocas. Eu adorava alguns que vestiam como  roupinha. Estes cobrem bem os ombros das intermináveis babadas. Bom também comprar alguns de plástico, para quando começar a comer. Usa muito. São ótimos porque basta uma esponjinha e estão limpos.
Babador de vestir.
Protege também os ombrinhos da babadas.
 
Quase tudo abaixo compramos na Buy Buy Baby, compramos na loja e pedimos para entregar no hotel.


  • Eletro-Eletrônicos
Babá eletrônica com visão noturna - Uso muito. Ela dorme no quartinho dela, mas só relaxo se puder vê-la durante a noite. Compramos uma da Fisher Price, a Summer. Gosto bastante.

Fisher Price - Summer.


Babá eletrônica com visão noturna.
Bomba elétrica de amamentação - Usei demais!!! Consegui manter minha fofinha em aleitamento materno exclusivo até 6,5 meses (voltei parcialmente ao trabalho quando ela tinha menos de dois meses). A partir de 6 meses que ela começou a tomar suquinhos, comer frutinhas. Eu dava para ela mamar de um lado e tirava o leite do outro para guardar. Guardava em vidros esterilizados (duram 12 horas na geladeira e até 15 dias no freezer). Comprei uma da Medela. Adorei.
 
Medela - escolhi essa bomba de amamentação e não me arrependi.
Sucção regulável. Não machuca e tira muito leite. Usei demais.

DVD player portátil - Paz garantida (por alguns minutos). Hoje em dia quase não usamos o nosso, porque o ipad é mais leve e a bateria dura mais. Ficou obsoleto. Certamente não compraria de novo.
 
Projetor de Luz e som - O nosso é exatamente o dessa foto aí. É da Homedics. Faz parte do ritual do sono. Toda noite ela toma banho, escova dos dentes (digo,  as gengivas) ouve historinha, mama e dorme ouvindo a musiquinha. Por ser relativamente pequeno, quando viajamos de carro, levamos ele para manter um pouco da rotina (para bebês rotina= segurança). Quando era bem pequenininha já prestava atenção nas imagens. Hoje gosto de criar historinhas bem simples enquanto as imagens passam, um filminho.
 
Projetor de Luz e som - ajuda no ritual do sono
Esse é o que temos, da Homedics


 

 
Acessórios de alimentação


Mamadeiras - compramos da marca Dr. Brown, que tem o chamado sistema "anti-cólicas". Excelente. Mas só são boas para bebês pequenos, que só mamam leite, não funciona para vitaminas ou mamadeiras com cereal. O sistema é legal. O leite não cai facilmente, o bebê precisa sugar. O que é importante se você quiser manter o aleitamento materno. Mamar na mamadeira não parece muito mais fácil do que mamar no peito, isso não encoraja o danadinho a preferir a mamadeira.

Costumo dar uma dica para todas as minhas amigas: retire o leite à noite e deixe o papai oferecer na mamadeira para o bebê no meio da noite. Isso divide o trabalho, aumenta a ligação entre eles e permite que você descanse. Obviamente para isso é preciso um pai parceirão, camarada (eu conseguia dormir 6 horas seguidas quando ela tinha 20 dias de vida, o que é incomum). Isso vai facilitar a aceitação da mamadeira quando você precisar retornar ao trabalho. Como médica devo confessar que esta dica é contrária a tudo que aprendi em minhas excelentes aulas de pediatria (realmente excelentes. A UFF é a tal na pediatria!).  Eu li isto no livro da Tracy Hogg e Melinda Blau, o famoso "Segredos da Encantadora de bebês". Fiz como dizia: a partir dos 15 dias de vida oferecia uma única mamadeira com meu leite, no meio da madrugada. Não tivemos problemas com confusão de bicos. Minha lindinha mama no peito e na mamadeira, às vésperas de completar 1 aninho.


 

Mamadeiras com sistema "anti-cólicas" - Dr Brown.
Excelente para os bebês pequenos.
 
Para os bebê maiores, que mamam vitaminas e cereais,
o ideal é o bico cortado em forma de cruz ou Y.
 
Chupetas - No Brasil elas custam bem mais caro, e tem menos opções, assim como os prendedores. Outra vez, como médica, sou contra chupetas mas, como mãe e ser vivente, devo admitir que elas são essenciais para a vida. Eu controlo o uso, só para dormir ou nos dias que está doentinha. Não deixo ficar de chupeta por lazer...
 
Prendedores de chupeta, tem um mais lindo que o outro. É bom trazer.
 
Colher de silicone - as melhores são as completamente feitas de silicone, sem cabo de metal, porque pode ir para o esterilizador de micro-ondas. Não machuca a gengiva do bebê (no início eles são muito descoordenados e tentam morder, mesmo sem os dentes). Só trouxe uma, as que encontrei por aqui não eram tão boas. Umas 2 a 3 bastam.


Colheres de silicone - para o inicio da introdução de alimentos sólidos.
Não machuca as gengivas do bebê.


 
 Por outro lado, não traria de novo aquela colher dosadora com dispenser. Não gostei. Só usamos uma vez.


 
Colher de papinha dosadora  - não gostamos. Não compraria de novo.

Copinhos -  Outra coisa que vale muito a pena são os copinhos de transição. Aqui são bem caros.
Copinho de transição - Avent - usa bastante.
 
Pratinhos com ventosas - são bons para quando o danadinho quer começar a comer sozinho. Prende bem no tampo da mesa.

Esterilizador de micro-ondas -  viva a praticidade. 200 ml de água + 3 minutos de micro-ondas e pronto!
Esterilizador de micro-ondas. Muito prático. Uso diário.

Pote com divisórias para porções de leite - amo os meus. Trouxe dois e uso sempre. Deixo as medidas de leite e cereal prontas. Basta misturar na água. Essencial para passeios e viagens, mas uso também em casa (nada mais prático: deixo tudo na cabeceira -  mamadeira,  água mineral e a dose certinha no pote. Ouço ela chamar de manhã cedo e já chego no quarto dela com a mamadeira pronta).

Pote com separador de porções de leite - muito, muito prático.

 Cadeira de Alimentação - esta compramos aqui, da marca Love. Como nossa casa é pequena, optei por essa por ser bem compacta. Colocamos em uma das cadeiras da mesa. O bebê fica à mesa, junto do resto da família. Gosto bastante.
Cadeira de alimentação portátil - Love - bem compacta e prática.
 
Minha fofinha na cadeirinha de alimentação. Comendo crepe à mesa com o resto da família.
Como está grandinha, (aqui com 11 meses) quase não uso mais o apoio frontal.
 
 
 
  • Cama e passeio
Bebê conforto e assento de carro - Compramos um bebê conforto da Graco, vinha com uma base para ser assento de carro. Compramos uma base da mesma marca, que custou 40 dólares. O bebê conforto se acoplava a esta base e tínhamos um carrinho bem compacto e prático. A base quase não ocupava espaço no porta-malas. O único inconveniente é que só se mantém naquela mesma posição do bebê conforto. Não deita. Sentimos muita falta de um carrinho que deitasse...
Bebê conforto da Graco - base para carrinho e assento do carro.
Base do carrinho - Graco.




Carrinho compacto e prático.




 
Carrinho - Nós optamos por comprar dois carrinhos, este aí de cima e um da marca MacLaren, para épocas diferentes. No começo ela só usava o da Grago, agora usa os dois e logo só usará o MacLaren. Se não fosse o inconveniente de ambos os carrinhos não deitarem, teria sido uma ótima escolha.

 

 

 
MacLaren - Volo - Bem levinho. Tipo guarda-chuva, mas não deita.

 



 


 
 
Durante nossa viagem à Europa, quando ela tinha 6 meses, víamos muito desse carrinho aí de cima. Morria de inveja de ver os bebês deitadinhos... mas era muito caro, coisa de 800 euros. Não vi desmontado, mas que parece muito confortável, parece.

 
Berço portátil - É um trambolho enorme. Usamos com pouca frequência para ela dormir em viagens, atualmente usamos bastante como "chiqueirinho", para evitar as fugas. Todo dia acorda por volta de 7 da manhã, troca a fraldinha e fica no chiqueirinho assistindo Discovery Kids enquanto come um biscoito de maisena. Tem sido assim desde os 8 meses. Compramos exatamente este aí da foto,  usamos muito foi essa base superior. Tirávamos daí e ela dormia aí dentro, quando era bem pequenininha, mesmo quando dormia no berço (naquela época o berço era imenso para ela).

 

 
 
Berço portátil da Graco,
usávamos essa base (a que tem o móbile) para ela dormir em nossa cama ou no bercinho.  


Cadeira de Balanço - Usamos muito, mas por pouco tempo (de 1,5 a 4 meses). Quando o bebê começa a se mexer muito, não parece segura. Apesar de ter usado muito, não sei se compraria de novo; provavelmente não.






Cadeira de balanço - da Fischer Price
 
Esses itens são os que mais dão trabalho de trazer, por serem imensos, mas como comparamos os preços... valem muito a pena. Quem está na chuva é para se molhar.
 
  • Higiene e Beleza
Para a mamãe

 
Lansinnoh - bálamo de lanolina
Ajuda a evitar as feridas nos mamilos e não faz mal para o bebê.

 
Pomada Lansinoh - ajuda a evitar que o bico do mamilo machuque, no início do processo de amamentação. O começo pode ser mesmo bem doloroso (para mim foi sofrido durante 3 meses!), mas vale muito o esforço. Esta pomada me ajudou muito, realmente reduzia a dor. Eu trouxe apenas umas e tive que comprar outra aqui (custou 10 dólares lá e 90 Reais no Brasil).
 
Hidratantes  Palmer´s - Tem creme, óleos, manteigas. Trouxe vários, usava diariamente. Estrias dependem muito mais da genética do que de qualquer outra coisa, mas podemos ajudar a evitá-las, mamtendo a pele sempre bem hidratada e não ganhando peso demais na gestação. Para minha sorte não tive nenhuma. Eu gostei bastante, especialmente da manteiga.


Óleo da Palmer's

Excelente hidratante para ajudar a evitas as temidas estrias.

Para o bebê
 
Pomada contra assaduras - Densitin. Trouxemos 10 tubos e um potão. Usamos bem rápido. Como usa após cada troca de fraldas, gasta bastante. Se você não tiver problemas com o peso da bagagem, pode trazer bastante... usa muito, por muito tempo.



 

 
Densitin - excelente creme contra assaduras.
Esse potão de 450g para deixar do lado do trocado é ótimo. Os tubos são excelentes para levar na bolsa.
 
 
Protetor solar - a melhor marca para bebês é a Mustela. Todos os produtos desta maraca são bons. Não usa muito, mas é sempre bom ter por perto.
 
 

 
Mustela Baby  - protetor solar.

Calças compridas - Atualmente tenho visto várias roupas legais de grávidas aqui no Rio. O problema são os preços. Quando fomos para NY, eu estva magrinha, com 17 semanas ainda vestia o mesmo jeans 38 de sempre. Não conseguia captar minha condição gravídica. Não conseguia me imaginar 12 Kg acima do peso e quase tudo no abdome. Mesmo assim, incrédula, comprei algumas roupas. Ainda bem. Usei muito!!! Minhas foavoritas: legging preta (trouxe 3 - ficam ótimas com vestidos curtos, batas...) a calças jeans (trouxe 2, em promoção na Century 21, 15 dólares cada). Usei bastante, masísso depende muito do estilo da cada mulher. Eu adoro jeans.


 

 

 

Jeans para grávidas - roupa de gente normal para a "barriguda". É desse tipo que eu gosto.



 
 
legging preta - peça curinga!

 
Camisas de botão - Comprei várias (no outlet) da Calvin Klein. Excelente para amamentar. Meu problema foi que minha imesa soberba me atrapalhou muito, comprei tudo tamanho P - ou seja, não me cabiam até recentemente.
 

Pijamas e camisolas -  Também são importantes. Aqui são bem caros. Você precisa estar confortável mas apresentável para receber as visitas. Comprei vários na 21th Century.


 
Pijama com abertura frontal. Excelente para amamentar.
 

Soutiens e calcinhas - também é bom trazer.  Eu não trouxe soutien, não tinha ideia de que tamanho trazer... mas trouxe algumas calcinhas de cintura alta. Usei muito. Não consegui usar a cinta pós parto. Usei por alguns dias e não aguentei , mas as calcinhas de cintura alta usei por bastante tempo.

Calcinha de cintura alta. Reforço frontal é importante.
Quase uma cinta, mas mais confortável.
  •  Brinquedos para o bebê
 
Tapete de atividades (ginásio) - Compramos um tapete, que é cheio de brinquedinhos. Não usamos muito, mas é legal. Com dois meses eles já prestam alguma atenção aos movimentos. Não sei se compraria de novo, acho que não...  

 

 
 
Tapete de atividades

O que realmente vale a pena, para quando o bebê é maiorzinho,  são aqueles brinquedos musicais que cantam quando apertamos; são muito interativos. Ela ama uma cesta de picnic que canta quando consegue colocar os blocos nos buracos certos (ela ainda precisa de ajuda, mas fica toda feliz quando consegue). Também é legal para introduzir palavrinhas em inglês  na vida do bebê.
  

 

 
Cesta de picnic da Fischer Price - a favorita da minha filhinha.
 


Cachorrinho musical - da Fischer Price
Muito bonitinho e interativo. 
 

Alfândega: sempre um mistério... pode fazer a viagem não valer a pena...
 
De volta ao Rio, nos dirigimos à fila de "Coisas a declarar" (estávamos absolutamente suspeitos, com muita bagagem); apenas declaramos os eletrônicos: um Mac grandão que meu amor trouxe e o DVD player. Passamos tranquilamente com nossos 5 imensos volumes (1 extra era tão grande que nem mala era. Compramos uma caixa de papelão bem forte em uma loja de departamentos - tipo uma Casa & Vídeo melhorada - com as dimensões máximas permitidas pela cia aérea e colocamos as coisas maiores, como o berço, bebê conforto, da melhor forma possível e pesamos para não passar dos 32kg permitidos - tiramos todos os produtos das caixas originais). Não nos pediram para mostrar nada, eles viram o carrinho, aquele monte de coisas ... sem problemas. Inclusive os dois agentes que nos atenderam, uma era mulher, foram muito gentis. Eu nem parecia grávida (ouvi que costumam pegar mais leve com as grávidas). Acho que depende mesmo de quem vai estar de plantão na alfândega na hora da chegada do seu vôo.
 
 
No super site do Ricardo Freire, outro que eu amo, tem um fórum sobre alfândega no retorno do enxoval. Minha experiência foi ótima, mas tem pessoas que não tiveram tanta sorte. É sempre bom coletar o máximo de informações possível.

  • Dica de mãe para mãe: As entregas são muito eficientes nos EUA. Comprar em sites com a  Amazon  e pedir para entregar no hotel é uma excelente opção. Economiza um monte de tempo e, se tiver sorte, pega alguma promoção (nossa babá eletrônica custou 109 dolares). No Viagem na Viagem tem um ótimo post sobre compras para o enxoval na internet.

Atualização:
Estou grávida pela segunda vez. Curiosa demais, resolvi comprar um doppler fetal e ouço o coraçãozinho do meu bebê todos os dias. Comprei aqui no Brasil, mas deve ser bem fácil comprar nos EUA. Comprei o
Angel Sounds. Recomendo muito!!
 

Doppler fetal


 


Veja também:


11 comentários:

  1. nossa quanta coisa legal.. adorei o post.. estou gravida de 12 semanas mas infelizmente não tenho condições de ir ao EUA... quando não for usar mais as coisinhas vc pretende vender? se for tenho interesse ;) um abraço, Andréia - andreiagr@yahoo.com

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Andréia, que bom que vc gostou. Não tenho intenção de vender não... estou pensando em ter outro bebê. Boa sorte pra vc e o seu amorzinho.

      Excluir
  3. Adorei os comentários, muito pertinentes e úteis, superiores aos das pessoas que apenas querem descrever suas viagens e compras sem objetivos maiores. Parabens!

    ResponderExcluir
  4. Obrigada. O objetivo é mesmo compartilhar experiências e poder ajudar. Fico feliz em conseguir transmitir isso. Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Respostas
    1. Que bom. Fico feliz em poder ajudar.Abraços.

      Excluir
  6. Adorei! Bem completo e extremamente útil.
    Já salvei nos Favoritos para consultar novamente quando chegar a minha vez!

    ResponderExcluir
  7. Uau...foi o blog mais completo de enxoval que eu vi... Estou grávida e com passagem marcada para Cancun ( de lua de mel com o marido) e em agosto para miami que já estarei com 6 meses, em cancun não acredito que irei comprar muita coisa não pois acredito que lá não seja bom, mas se já conseguir trazer carrinho e coisas grandes com um bom preço já ajuda....mas em agosto irei exclusivamente para o enxoval...rs...Suas dicas de compras foram ótimas! Obrigada

    ResponderExcluir
  8. Que bom poder ajudar, Luciana. Sou louca para conhecer Cancun. Aproveite muito!
    Muito boa sorte na sua gravidez. Fazer o enxoval do bebê é uma delícia. Curta bastante! Abraços.

    ResponderExcluir